Milícias curdas e árabes ganham terreno contra o EI no leste de Al Raqqa

Cairo, 12 mar (EFE).- Milícias curdas e árabes avançaram neste domingo sobre territórios dominados pelo grupo terrorista Estado Islâmico no leste da cidade de Al Raqqa, a "capital" do califado proclamado pelos radicais em 2014 na Síria.

O porta-voz das Forças de Elite Sírias, Mohammed Khaled, explicou à Agência Efe que os adversários do EI tomaram hoje o controle da região de Kas Uyail, a 48 quilômetros ao sudeste de Al Raqqa. Ontem, eles conquistaram o estratégico Monte de Menhar.

As Forças de Elite Sírias fazem parte da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos e são integradas por tribos árabes no norte do território do país. Khaled explicou que os combatentes atuam em paralelo às Forças da Síria Democrática, uma organização semelhante composta por milícias curdas.

"Menhar é estratégico porque fica no caminho que une Al Raqqa com Deir ez Zor e Mossul, no Iraque, a rota de provisões do Daesh (acrônimo em árabe de Estado Islâmico). Além disso, havia um centro de segurança e uma prisão deles lá", disse o porta-voz.

Khaled afirmou que, por enquanto, não há presença dos reforços americanos na província de Al Raqqa. Os soldados foram enviados à cidade de Manbij, sob o controle das Forças da Síria Democrática, na província vizinha de Aleppo.

O governo de Donald Trump aprovou nesta semana o envio de 400 soldados que se somarão aos outros 500 que já operam em território sírio em apoio às Forças Democráticas da Síria.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou hoje sobre a morte de 19 pessoas por bombardeios de aviões da coalizão internacional na região de Al Kasarat, perto de Al Raqqa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos