Ataques do exército contra posições do EI deixa pelo menos 11 mortos na Síria

Cairo, 13 mar (EFE).- Pelo menos 11 pessoas morreram nesta segunda-feira e outras seis ficaram feridas por ataques das forças governamentais sírias contra bairros em poder do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na cidade de Deir ez Zor, no nordeste do país, segundo ativistas.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos afirmou que as tropas leais ao governo de Damasco tiveram como alvo na última madrugada o distrito de Hamidiya, controlado pelos radicais.

Por sua vez, o grupo Deir ez Zor 24, que conta com ativistas dentro da cidade, disse em sua conta no Twitter que bairros em poder do EI sofreram ataques de artilharia ontem à noite.

Além disso, nesta manhã foram registrados bombardeios de aviões não identificados contra posições dos jihadistas nas zonas de Hueiqa, Rashidiya, Rusafa e Hueiqa Sakher.

A província de Deir ez Zor, fronteiriça com o Iraque, foi controlada quase que totalmente pelo EI um mês depois de os extremistas proclamarem um califado nos territórios da Síria e do Iraque em junho de 2014.

Quase toda Deir ez Zor está em poder do EI, menos algumas áreas de sua capital homônima e o aeroporto militar, controlados pelos soldados das forças armadas sírias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos