Mais de 30 prisioneiros são libertados de prisão dos talibãs no Afeganistão

Cabul, 13 mar (EFE).- Forças especiais afegãs libertaram 32 prisioneiros, em sua maioria civis, de uma prisão talibã na província de Helmand, no sul do Afeganistão, onde estavam confinados por diferentes acusações, informou nesta segunda-feira à Agência Efe uma fonte militar.

A libertação aconteceu a última hora da noite de ontem quando comandos do Destacamento 215 Maiwand entraram "com sucesso" na prisão da cidade Chah-E Anjir, no distrito de Nad Ali, indicou à Efe Muhammad Rasoul Zazai, porta-voz desse corpo.

A fonte afirmou que entre os resgatados figuram quatro membros da Polícia local.

Os civis tinham sido capturados pelos talibãs nos últimos meses sob diferentes acusações, incluídas a de espionar para o governo e não pagar a extorsão dos insurgentes.

A província de Helmand é um dos pontos do país no qual os talibãs têm mais influência e controlam mais território, e onde as autoridades realizam regularmente operações para libertar prisioneiros neste tipo de prisões.

Neste momento, 8 dos 14 distritos da província estão sob controle ou ameaça dos talibãs, segundo o Inspetor Especial Geral para a Reconstrução do Afeganistão (SIGAR) do Congresso dos EUA.

A violência aumentou no Afeganistão desde o final da missão de combate da Otan no país em 1º de janeiro de 2015 no meio de um avanço dos insurgentes, que reduziram o território em mãos do governo a apenas 57% do total, de acordo com SIGAR.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos