EUA impõem sanções a "importante" aliado da Al Qaeda e da Frente al Nusra

Washington, 14 mar (EFE).- O governo dos Estados Unidos impôs nesta terça-feira sanções a um "importante" aliado do grupo terrorista Al Qaeda e sua antiga filial síria, a Frente al Nusra, agora denominada Frente da Conquista do Levante.

O sancionado é Muhammad Hadi al Anizi, residente no Kuwait e que agora passa a ser considerado pelos EUA como um "terrorista global", informou hoje em comunicado o Departamento do Tesouro.

Com essa designação, o Departamento do Tesouro congela todos os ativos que Al Anizi possa ter sob a jurisdição dos EUA e proíbe os cidadãos americanos de realizar transações financeiras com ele.

"Desde arrecadar fundos até ajudar terroristas a viajar, Al Anizi é responsável de proporcionar grande apoio financeiro e logístico a Frente al Nusra e Al Qaeda", disse em comunicado John Smith, diretor do Escritório para o Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC) do Departamento do Tesouro.

"O Departamento do Tesouro continuará trabalhando contra as estruturas financeiras de Frente al Nusra e Al Qaeda para afetar ainda mais sua capacidade de realizar ataques terroristas", acrescentou Smith.

Segundo a nota do Tesouro, Al Anizi deu apoio logístico e financeiro à Frente al Nusra pelo menos desde 2014.

De fato, no final de 2015, o sancionado supostamente solicitou doações para os combatentes da Frente al Nusra e enviou cerca de US$ 20 mil a um membro desse grupo terrorista na Síria.

Por outro lado, segundo o Departamento do Tesouro, a colaboração de Al Anizi com a Al Qaeda começou em 2007.

Em 2015, Al Anizi financiou viagens de membros da Al Qaeda e, em 2014, obteve passaportes falsos para um membro dessa organização na Síria e chegou a ser nomeado "representante" desse grupo terrorista no país árabe, segundo o Tesouro.

Antes de 2014, Al Anizi já tinha ajudado economicamente seu irmão, chamado Abdullah al Anizi, que também se aliou à Al Qaeda para financiar "operações terroristas", segundo os EUA.

No último dia 11 de março, os EUA designaram como terrorista a Frente da Conquista do Levante, que surgiu em janeiro como consequência da fusão de várias facções armadas com a antiga Frente al Nusra, após combates com outros grupos no norte da Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos