Governador de Nova York confirma baixo impacto da tempestade de neve

Nova York, 14 mar (EFE). - O governador de Nova York, Andrew Cuomo, confirmou que a tempestade de neve prevista para esta terça-feira teve um impacto menor do que o esperado, embora algumas restrições sejam mantidas e os aeroportos registrem vários cancelamentos.

"Às vezes, a mãe natureza é uma senhora imprevisível e hoje ela foi mais uma vez", afirmou Cuomo, em entrevista coletiva na cidade de Nova York para fazer a primeira avaliação do impacto da tempestade.

As autoridades do estado e do município tinham pedido para a população ficar em casa hoje e evitar deslocamentos desnecessários por conta da pior tempestade deste inverno. Isso fez com que as ruas de Manhattan e dos distritos de Queens, Bronx e Brooklyn permanecessem quase desertas, com repartições públicas e muitas lojas fechadas. Até mesmo a Organização das Nações Unidas (ONU) suspendeu as atividades programadas.

Cuomo disse que a meteorologia indicava que o pior impacto do temporal se concentraria na cidade de Nova York e em Long Island, ao leste de Manhattan, mas a tempestade está se deslocando na direção noroeste, castigando especialmente os subúrbios residenciais do norte de Nova York e a região central do estado.

O governador do estado confirmou que desde o meio-dia de hoje o acesso ao trem que conecta Manhattan aos subúrbios do norte está suspenso e ainda não está definido quando será retomado. O metrô de Nova York também teve o serviço suspenso nas estações abertas, mas não houve interrupções nos trechos subterrâneos. Aproximadamente, 6 milhões de pessoas circulam por dia no metrô nova-iorquino.

Os dados fornecidos pelas autoridades do estado indicam que houve "significativa" quantidade de voos cancelados no principal aeroporto, o JFK. Já em LaGuardia, 99% dos voos nacionais foram cancelados. De acordo com o portal Flightaware, 778 voos no JFK e 856 em LaGuardia foram suspensos. Também foram cancelados 1.022 voos com destino ou origem no Aeroporto de Newark, no estado de Nova Jersey, que também serve à cidade de Nova York e seus arredores.

Ao todo, 5.714 voos que iam ou saiam dos Estados Unidos foram anulados hoje, mas não necessariamente pelo temporal de inverno.

Segundo as autoridades de Nova York, os problemas no tráfego aéreo continuarão até a quinta-feira. A recomendação é que os passageiros evitem ir ao aeroporto sem antes confirmar a existência do voo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos