Polônia reivindica idoso residente nos EUA acusado de crimes nazistas

Varsóvia, 14 mar (EFE).- O Instituto para a Memória Nacional da Polônia (IPN, sigla em polonês), uma instituição pública encarregada de investigar os crimes cometidos durante o nazismo e o comunismo, pediu a extradição de um idoso de 98 anos residente nos Estados Unidos, a quem acusa de ter feito parte da SS e assassinado 44 poloneses.

O IPN tem a "certeza" que Michael Karkoc, um aposentado residente no estado americano de Minnesota, é o mesmo tenente da seção ucraniana da SS (Legião Ucraniana de Autodefesa) que, em julho de 1944, ordenou o massacre de pelo menos 44 poloneses na cidade de Chlaniow, segundo confirmaram à Agência Efe fontes do Instituto.

Os historiadores do IPN acreditam que Karkoc também poderia ser o responsável de outros crimes durante sua etapa a serviço do exército nazista, no qual ingressou em 1941, e trabalham para obter mais provas.

Os pesquisadores do IPN remeteram à Justiça polonesa a documentação necessária para solicitar aos Estados Unidos a extradição de Karkoc, que emigrou para esse país em 1949 e ostenta a nacionalidade americana desde 1959.

Durante a Segunda Guerra Mundial, centenas de simpatizantes dos partidos nacionalistas do oeste da Ucrânia se uniram às forças nazistas, e grupos como a Legião Ucraniana se destacaram por sua violência especial contra os poloneses.

A Polônia tinha ocupado anteriormente uma faixa do oeste da Ucrânia, e a submeteu a um forte "polonização".

Esta não é a primeira vez que Michael Karkoc é investigado, já que a Justiça alemã reivindicou sua extradição há quatro anos, mas os familiares de Karkoc apresentaram um boletim médico que demonstrava sua incapacidade para responder a um processo devido ao mal de Alzheimer.

Caso aconteça a extradição e as acusações sejam comprovadas, Karkoc poderia passar o resto de sua vida em uma prisão polonesa. EFE

nt/rpr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos