Trump doará salário ao término do ano, aponta Casa Branca

Washington, 13 mar (EFE).- O presidente dos EUA, Donald Trump, cumprirá sua promessa de doar, ao término de seu primeiro ano como líder do país, seu salário, que chega a US$ 400 mil brutos anuais, segundo informou nesta terça-feira a Casa Branca.

"O presidente tem a intenção de doar seu salário ao término do ano", afirmou o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, questionado em entrevista coletiva sobre se Trump tinha doado seu salário de fevereiro.

Spicer, além disso, pediu ironicamente aos meios de comunicação que ajudem o presidente a decidir para onde destina esse dinheiro: "Pediu amavelmente que os senhores lhe ajudem a decidir para onde vai. A maneira de evitar a boatos é permitir que a imprensa o decida".

"Com toda seriedade, acredito que seu ponto de vista é que fez uma promessa ao povo americano, que quer doar à caridade", acrescentou o porta-voz presidencial.

Durante a campanha eleitoral, Trump prometeu que se ganhasse o pleito, ou doaria seu salário ou o devolveria ao Departamento do Tesouro.

"Se for eleito presidente, não aceitarei o salário, de acordo? Isso não é um problema para mim", disse durante um comício de campanha o então candidato, cuja fortuna ascende a US$ 3,7 bilhões, segundo a Forbes.

Posteriormente, durante uma entrevista ao programa de CBS "60 Minutos", disse que aceitaria receber US$ 1 porque a lei o obriga a receber um salário.

Trump recebeu em 20 de fevereiro, um mês após tomar posse como presidente, seu primeiro salário, superior a US$ 30 mil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos