Bombardeios no norte da Síria deixam ao menos 21 mortos

Cairo, 15 mar (EFE).- Pelo menos 21 pessoas morreram nesta quarta-feira, entre elas 14 crianças, em bombardeios contra as populações de Idlib e Maarat al Masrijin, no norte da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

O maior número de mortos foi em Idlib, capital da província homônima, onde pelo menos 15 menores, cinco mulheres e um homem adulto morreram durante o amanhecer em dois ataques de aviões de combate, que acredita-se que eram russos, contra a região de Al Qusur.

O OSDH não descartou um aumento o número de mortos neste bombardeio, pois há desaparecidos sob os escombros.

Por outro lado, pelo menos uma mulher morreu e várias pessoas ficaram feridas em um ataque similar de aviões não identificados na cidade de Maarat al Masrijin, também na província de Idlib.

Esta região está quase totalmente controlada pela Organização de Libertação do Levante (a aliança armada do antigo braço sírio da Al Qaeda, Frente al Nusra) e outros grupos.

Hoje faz seis anos do início da guerra em território sírio, que já deixou mais de 321 mil mortos, de acordo com a última apuração divulgada pelo OSDH.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos