Istambul rompe acordo de irmanação com Roterdã por conflito com a Holanda

Istambul, 15 mar (EFE).- O conselho municipal de Istambul acordou nesta quarta-feira por unanimidade romper com o acordo de irmanação que unia a cidade desde 2005 a Roterdã, em protesto pela expulsão no sábado da ministra turca de Família e Assuntos Sociais, Fatma Betül Sayan Kaya, dessa cidade holandesa.

Assim explicou o prefeito de Istambul, Kadir Topbas, em comunicado divulgado no site da Prefeitura, no qual lamenta que "as relações diplomáticas enraizadas tenham ficado submissas à mentalidade hostil, perigosa e de preconceitos" do governo holandês.

Horas antes, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, havia afirmado em um comício público que tinha pedido que fosse avisado ao prefeito a ordem de romper a irmanação.

"É impossível para nós estar com gente assim", afirmou o político islamita, que nos últimos dias acusou a Holanda de práticas nazistas.

A ministra tentou participar um comício no sábado no consulado turco de Roterdã, mas a polícia reteve seu carro e finalmente a expulsou para a Alemanha, ao mesmo tempo que dissolveu uma manifestação de cidadãos turcos.

Istambul tem acordo de irmanação com 53 cidades, entre elas Barcelona , México DF, Havana, Caracas e Buenos Aires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos