Wilders avisa que Rutte "não conseguiu se desfazer" da rivalidade com vitória

Haia, 15 mar (EFE).- O ultradireitista Geert Wilders, que perdeu as eleições segundo as pesquisas de boca de urna, afirmou nesta quarta-feira que seu rival, o primeiro-ministro Mark Rutte, "não conseguiu se desfazer" dele, apesar de possivelmente ter vencido o pleito com 31 cadeiras.

"Obrigado aos meus eleitores. Ganhamos cadeiras. Rutte não se desfez de mim", declarou o líder populista em mensagem publicada no Twitter.

Ainda não há nenhuma reação do Partido Popular pela Democracia e a Liberdade (VVD), ganhador deste pleito, embora perca cerca de dez cadeiras, de acordo com as pesquisas. Os liberais comemoram em sua sede de Haia os números que são divulgados entre aplausos e gestos de alegria.

Os grandes perdedores das eleições seriam os sociais-democratas do PvdA, que atualmente formam coalizão com o governo de Rutte, já que perderiam 29 cadeiras.

O líder do PvdA, Lodewijk Asscher, reconheceu em discurso a derrota de seu partido, que contava com 38 cadeiras no atual parlamento, e parabenizou o VVD.

Entre lágrimas, o trabalhista garantiu que continuará sendo líder do partido e que lutará "por uma economia justa e uma sociedade decente" na Holanda.

Um dos candidatos do Democratas 66, Sjoerd Sjoerdsma, comemorou que o partido terá 19 cadeiras, segundo as pesquisas, e o descreveu como um "afago enorme" pelo qual agradeceu aos eleitores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos