Polícia realiza "simulações rotineiras" no Taj Mahal após ameaça de atentado

Nova Délhi, 17 mar (EFE).- As forças de segurança da Índia realizaram nesta sexta-feira uma série de "simulações rotineiras" nas imediações do Taj Mahal, após um blog supostamente vinculado ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI) sugerir o histórico monumento como possível alvo de um ataque.

A polícia da cidade de Agra, onde fica o Taj Mahal, trabalha para rastrear a pessoa que publicou as informações sobre uma possível ameaça de segurança, informou à Agência Efe uma fonte do departamento de Turismo que pediu o anonimato.

A fonte detalhou que nos próximos dias espera ter mais informações sobre o assunto assim que o indivíduo for identificado e confirmou que as forças de segurança estão realizando "simulações" na área.

No entanto, insistiu que se trata de exercícios "rotineiros" e negou que a segurança tenha sido reforçada no Taj Mahal, como foi publicado na imprensa indiana.

De acordo com a agência "PTI", o blog em questão divulgou imagens de um suposto jihadista com um fuzil de assalto ao lado do monumento, outra do Taj Mahal com a inscrição "novo alvo" e outra de uma caminhonete com uma frase sobre um possível ataque suicida com carro-bomba.

O incidente acontece após a morte na semana passada de um suposto insurgente envolvido em um ataque contra um trem durante uma operação das forças de segurança em outra cidade do mesmo estado, Uttar Pradesh.

Segundo dados do Ministério do Turismo da Índia, mais de seis milhões de pessoas visitam por ano o Taj Mahal, que foi construído pelo imperador mongol Shah Jahan entre 1632 e 1654 em memória de sua esposa favorita, Mumtaz Mahal, e declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1983.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos