Alemanha diz que Erdogan "passou do limite"

Berlim, 19 mar (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Sigmar Gabriel, qualificou neste domingo de "absurdos" os ataques verbais de Recep Tayyip Erdogan contra a chanceler Angela Merkel e considerou que o presidente turco "passou do limite".

"Somos tolerantes, mas não somos tolos", disse o ministro alemão em declarações antecipadas pelo jornal "Passauer Neue Presse".

Gabriel disse se sentir revoltado com as "inenarráveis acusações e comparações absurdas" das últimas semanas vindas de Ancara.

Estas declarações respondem às novas acusações de Erdogan, que hoje voltou dizer que Merkel e a Alemanha mantêm "uma atitude nazista".

Este é mais um ataque por parte da Turquia devido ao cancelamento nos últimos dias de comícios eleitorais de ministros turcos na Alemanha.

As relações bilaterais já tinham sido estremecidas pela detenção na Turquia do jornalista germânico-turco Deniz Yücel, correspondente do jornal alemão "Die Welt".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos