EUA procuram criar "zonas de estabilidade" no Iraque e Síria mediante tréguas

Washington, 22 mar (EFE).- O secretário de Estado americano, Rex Tillerson, anunciou nesta quarta-feira que a coalizão antijihadista que seu país lidera tratará de criar "zonas interinas de estabilidade" no Iraque e Síria para que os refugiados e deslocados internos possam voltar para casa nas áreas antes ocupadas pelo Estado Islâmico (EI).

"Os Estados Unidos aumentarão a pressão contra o Estado Islâmico e Al Qaeda e trabalharão para estabelecer zonas interinas de estabilidade, mediante cessar-fogo, para permitir que os refugiados voltem para casa", disse Tillerson ao começo da reunião da coalizão contra o EI, formada por 68 países e organizações.

Tillerson previu que a campanha contra o EI entrará em breve em uma fase de "estabilização" das zonas liberadas no Iraque e Síria, e anunciou que os países-membros da coalizão comprometeram mais de US$ 2 bilhões em ajuda humanitária e desminagem da área.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos