Fragata chega a Messina com 636 imigrantes e bebê nascido a bordo

Roma, 22 mar (EFE).- A fragata "Las Canarias", da Marinha espanhola e que opera no Mediterrâneo no dispositivo europeu Sophia, atracou no porto de Messina, na ilha italiana da Sicília, após ter resgatado 636 imigrantes e um bebê que nasceu a bordo.

O navio espanhol foi o encarregado de coordenar durante segunda-feira várias operações de resgate no Canal da Sicília, que terminaram com 1,8 mil imigrantes salvos.

Durante a viagem rumo a Messina, uma mulher nigeriana entrou em trabalho de parto e o pessoal médico presente na fragata ajudou no nascimento de uma criança que foi chamada de Emmanuele, segundo informou o Estado-Maior da defesa em sua conta no Twitter.

"Nasce Emmanuele a bordo da fragata 'Las Canarias' na operação Sophia. Felicidades à mamãe e muita sorte a ambos", diz uma mensagem no Twitter.

Nos últimos dias, foram recuperados mais de 5 mil imigrantes, segundo os dados do Ministério do Interior italiano.

A situação de emergência causada pela imigração não para e inclusive o governo italiano calcula que neste ano chegarão à Itália 250 mil imigrantes, 70 mil a mais que no ano passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos