Governo dos EUA condena ataque em Londres e oferece apoio ao Reino Unido

Washington, 22 mar (EFE).- O governo dos Estados Unidos condenou nesta quarta-feira o atentado terrorista registrado em Londres e ofereceu "total apoio" ao Reino Unido para investigar e encontrar os responsáveis pelo ataque, que deixou ao menos quatro mortos e 20 feridos.

Em sua entrevista coletiva diária, o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, indicou que Trump foi informado sobre o ataque e conversou por telefone com a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May.

Spicer lembrou que o governo britânico está tratando o ocorrido como um ataque terrorista e elogiou a "rápida resposta" das autoridades do país.

O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, expressou condolências às vítimas e suas famílias em comunicado.

"Condenamos esses horríveis atos de violência, não importando se eles foram realizados por indivíduos com problemas ou por terroristas. Para as vítimas não há diferença", afirmou Tillerson em nota divulgada pelo Departamento de Estado.

Em outro comunicado, o Departamento de Segurança Nacional (DHS) disse que o governo dos EUA está em "estreito contato" com as autoridades britânicas para "apoiar a investigação em andamento".

O DHS, por outro lado, disse que a postura de segurança doméstica dos EUA permanece sem mudanças após o atentado de Londres.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos