Papa diz que crise dos refugiados é a maior tragédia desde Segunda Guerra

Cidade do Vaticano, 22 mar (EFE).- O papa Francisco afirmou nesta quarta-feira que a crise dos refugiados e da imigração é a "maior tragédia depois da Segunda Guerra Mundial", durante a audiência geral na Praça de São Pedro.

Após a celebração, o pontífice cumprimentou membros da Fundação Migrantes e os incentivou a se manterem empenhados para amparar os refugiados e imigrantes, considerando os direitos e os deveres recíprocos de quem acolhe e quem é acolhido.

Ao que acrescentou: "Não nos esqueçamos de que o problema atual de refugiados e migrantes é a maior tragédia depois da Segunda Guerra Mundial".

A Fundação Migrantes foi criada pela Conferência Episcopal da Itália e tem como missão organizar o recebimento de refugiados no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos