Primeiro-ministro canadense oferece seu apoio aos britânicos após ataque

Toronto (Canadá), 22 mar (EFE).- O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, afirmou nesta quarta-feira que a população do país está ao lado do Reino Unido após o ataque terrorista nos arredores do parlamento britânico, que classificou de "covarde e censurável".

Trudeau afirmou em uma declaração no parlamento do país que o Canadá e o Reino Unido são "amigos e aliados próximos" e que sua mensagem aos cidadãos e aos colegas do Legislativo britânico é simples: "Estamos com vocês".

O ministro da Segurança Pública do Canadá, Ralph Goodale, afirmou que o nível de alerta das forças de segurança no país é o mesmo desde outubro de 2014, quando um indivíduo identificado como Michael Zehaf-Bibeau matou um soldado em Ottawa e entrou no parlamento canadense armado com uma espingarda.

Zehaf-Bibeau foi morto pouco depois pelas forças de segurança.

Goodale disse que as autoridades canadenses estão monitorando a situação e que ofereceram ajuda ao Reino Unido para investigar o ataque ocorrido em Londres.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos