May afirma que agressor era britânico com conexões de violência extrema

Londres, 23 mar (EFE).- A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, disse nesta quinta-feira que o agressor possuía nacionalidade britânica, era conhecido pelos serviços secretos e também tinham conexões com a violência extrema.

Em um comparecimento na câmara dos Comuns, May informou que o atentado de ontem diante do parlamento foi um "ataque contra todas as pessoas livres" e que o Reino Unido "não tem medo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos