Trump ameaça congressistas de extrema-direita após falta de apoio à agenda

Washington, 30 mar (EFE).- O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou nesta quinta-feira fazer campanha contra os congressistas ultraconservadores do Freedom Caucus (Caucus da Liberdade) para as eleições legislativas de 2018 se esse grupo não apoiar sua agenda.

A oposição do Freedom Caucus a uma proposta de lei apoiada por Trump e a liderança republicana no Congresso para eliminar o Obamacare, a reforma da saúde do ex-presidente Barack Obama, obrigou na semana passada a suspender uma votação sobre essa medida programada na Câmara dos Representantes.

Trump sofreu assim seu primeiro revés legislativo desde sua chegada à Casa Branca em 20 de janeiro.

Em sua conta pessoal no Twitter, Trump alertou hoje que o Freedom Caucus "danificará toda a agenda republicana" se não se unir "rapidamente" a defender as prioridades do partido e da Casa Branca.

"Devemos lutar contra eles, e os democratas, em 2018!", advertiu sobre os membros do Freedom Caucus sobre as eleições legislativas do próximo ano.

A eliminação do Obamacare, uma reforma promulgada em 2010, foi uma das promessas principais da campanha de Trump e algo que os republicanos estão há anos querendo empreender, mas não entram em acordo.

Os republicanos têm maioria na Câmara dos Representantes, mas o apoio do Freedom Caucus é fundamental para levar adiante quase qualquer projeto de lei, como ficou claro na semana passada com a suspensão da votação sobre a proposta para substituir o Obamacare.

Além de desfazer a lei sanitária de Obama, outra das prioridades legislativas de Trump é aprovar uma reforma tributária, algo para o que também tem que contar com os conservadores radicais do Freedom Caucus.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos