Deslizamento de terra na Colômbia deixa ao menos 15 mortos

Bogotá, 1 abr (EFE).- Pelo menos 15 pessoas morreram após um deslizamento de terra ocorrido na sexta-feira em Mocoa, capital do departamento de Putumayo, no sul da Colômbia, pelo transbordamento de um rio, disseram neste sábado as autoridades.

O rio transbordou devido a uma forte chuva de várias horas que caiu nessa zona do país, e perante a magnitude da tragédia o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, anunciou que írá a essa zona do sul do país.

Segundo a Prefeitura de Mocoa, cidade de 45 mil habitantes, além dos mortos, há cerca de 75 pessoas feridas e um número indeterminado de desaparecidos porque o deslizamento afetou 17 bairros.

Moradores de Mocoa disseram à Efe que a cidade está sem energia elétrica porque o deslizamento levou tudo o que estava na passagem.

"Todo o setor está sem energia desde as 23h", disse à Agência Efe Edilberto Ruiz, que acrescentou que "as chuvas diminuem em Mocoa, mas que foram constantes durante os últimos dias".

Segundo os habitantes, as chuvas foram tão intensas que os rios Mulato e Taruca, que desembocam no rio Mocoa, saíram de seu leito e agravaram a tragédia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos