Mais de 260 diplomatas e militares turcos pediram asilo na Alemanha

Berlim, 1 abr (EFE).- O Escritório Federal para a Migração e os Refugiados (BAMF) da Alemanha recebeu 262 solicitações de asilo de diplomatas e militares turcos, que ainda estão pendentes de resolução, segundo informações da publicação "Der Spiegel".

A revista avança que a porcentagem de pedidos aceitas pode aumentar no futuro, já que o Escritório está revisando suas diretrizes sobre a Turquia com base em uma análise do Ministério alemão de Relações Exteriores, que reconhece que existem "evidências claras de uma perseguição sistemática aos supostos seguidores do movimento de Gülen".

Segundo o Ministério, no país há um excesso de acusações terrorismo.

Ancara acusa o movimento do clérigo turco exilado Fethullah Gülen de ter instigadado o golpe de estado frustrado de julho e criticou duramente a Alemanha ao considerar que dá cobertura a terroristas.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, acusou a chanceler, Angela Merkel, de "apoiar o terrorismo" após assegurar que entregou a Berlim 4,5 mil expedientes sobre supostos terroristas que vivem na Alemanha e o governo não fez nada.

Segundo números publicados em meados de março pelo grupo alemão de veículos de imprensa Funke, cerca de 1.150 cidadãos turcos solicitaram asilo na Alemanha desde o começo do ano, pedidos que aumentaram desde o fracassado golpe de estado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos