Papa diz que membros do clero devem "cultivar espírito de pobreza"

Cidade do Vaticano, 1 abr (EFE).- O papa Francisco disse neste sábado no Vaticano que "o diabo entra pelo bolso" ao lembrar que os membros do clero devem assumir a tarefa de serem obrigados a "cultivar um espírito de pobreza".

As palavras do papa foram ditas em uma audiência no Vaticano.

"Não se esqueçam disto. O diabo entra pelo bolso", advertiu o pontífice.

"Por favor, fujam do carreirismo eclesiástico, é uma peste".

O pontífice afirmou que os membros do clero "não podem se contentar em ter uma vida ordenada e cômoda, que lhes permita viver sem preocupações, sem sentir a exigência de cultivar um espírito de pobreza radicado no Coração de Cristo".

O papa lembrou, além disso, que "a formação de um sacerdote não pode ser unicamente acadêmica, embora esta seja muito importante e necessária, mas tem de ser um processo integral, que envolva todas as facetas da vida".

"A formação serve para crescer e, ao mesmo tempo, para se aproximar de Deus e dos irmãos", acrescentou o papa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos