Papa quer que santuários impulsionem uma "nova evangelização"

Cidade do Vaticano, 1 abr (EFE).- O papa Francisco anunciou neste sábado que quer que os santuários católicos distribuídos no mundo todo e que atraem milhões de peregrinos se transformem em "centros propulsores da nova evangelização".

É um dos propósitos do "motu proprio" (decisão pessoal do papa) assinado em 11 de fevereiro, que transfere as competências sobre os santuários ao Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização.

Anteriormente, essas competências estavam adjudicadas à Congregação do Clero.

Em seu "motu proprio", o pontífice considerou que os santuários são um "lugar genuíno de evangelização" onde se revela "a potente ação com a qual atua a misericórdia de Deus na vida das pessoas".

"Estes lugares, apesar da crise de fé que afeta o mundo contemporâneo, são considerados espaços sagrados para os peregrinos que vão encontrar um momento de descanso, de silêncio e de contemplação na frequentemente vida frenética de nossos dias", acrescentou.

"Caminhar rumo ao santuário e participar da espiritualidade que expressam estes lugares já é um ato de evangelização que merece ser destacado por seu intenso valor pastoral", observou o papa.

Para o pontífice, os santuários, "dentro da variedade de suas formas, expressam uma oportunidade insubstituível para a evangelização de nosso tempo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos