Santos retorna à cidade de Mocoa e confirma 207 mortes

Mocoa (Colômbia), 2 abr (EFE).- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, visitou pelo segundo dia consecutivo neste domingo a cidade de Mocoa, capital do departamento de Putumayo, no sul do país, que foi arrasada pelo transbordamento de três rios que deixou 207 mortos.

"Infelizmente, o número de pessoas mortas cresce a cada instante. Já estamos em 207, é a última informação que tenho", afirmou o líder, que chegou ao local acompanhado da esposa, María Clemência de Santos.

Sendo o governante, 43 crianças morreram na catástrofe, que ainda tem números desencontrados. De acordo com a Cruz Vermelha, a tragédia deixou 234 vítimas.

Também viajaram com Santos os ministros de Interior, Juan Fernando Cristo; Saúde, Alejandro Gaviria; Comércio, María Claudia Lacouture; Habitação, Elsa Noguera; e Transporte, Jorge Eduardo Rojas.

"Vim para resolver os problemas que estão presentes para que a parte humanitária flua com mais facilidade e comece a etapa da reconstrução", acrescentou.

O chefe de Estado confirmou que já foi iniciado o processo de identificação de corpos e calculou que 84 ou 85 vítimas já foram reconhecidas, número que considerou alto "em meio às circunstâncias".

Neste domingo, as equipes de socorro faziam uma corrida contra o tempo para tentar encontrar sobreviventes entre o lodo, as pedras e outros tipos de materiais que a avalanche dos rios deixou por 17 dos 40 bairros de Mocoa.

"O que vamos fazer agora é um balanço de todos os pontos que temos identificados", acrescentou o presidente, que expressou preocupação com o atendimento das crianças, principalmente as que ainda não encontraram os pais.

Mocoa, cidade com aproximadamente 45 mil habitantes, entrou em estado de calamidade para agilizar as operações de resgate e de ajuda às vítimas, com um número indeterminado de desaparecidos e afetados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos