Forças governamentais retomam 90% de zonas perdidas há dias em Hama

Cairo, 3 abr (EFE).- As forças governamentais sírias retomaram 90% das zonas cujo controle perderam nos últimos dias no norte da província central de Hama, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG precisou que os soldados leais ao governo de Damasco recuperaram o domínio das áreas de Maardes, Al Iskandariya, Tel Abadi, Shaliut, Khatab, Ruhbat al Khatab, Machdal, Al Shir, Subin, Kafr Amim, Kaukab, Marzaf, entre outras.

Enquanto isso, continuam os combates entre o Exército e seus aliados, e grupos rebeldes e islâmicos, entre os quais figura a organização de Libertação do Levante -ex-filial síria da Al Qaeda-, no norte de Hama.

No grupo opositor, não só lutam combatentes sírios, mas também uzbeques e turcomenos, afirmou o Observatório.

Previamente, esta fonte tinha dito que as forças governamentais haviam lançado hoje mais de 200 projéteis contra Tayeba al Imame, Halfaya, Maardes, Al Iskandariya e Tel Abadi.

O Observatório precisou que as zonas que ainda seguem em mãos das facções islâmicas e insurgentes são Suran, Tel Bazam, Al Sajar e a colina de Al Nassiriya, entre outros pontos.

Por sua vez, a agência de notícias oficial síria, "Sana", que citou fontes militares, confirmou que o Exército e seus aliados "restauraram a segurança e a estabilidade" na população de Maardes.

A fonte destacou que os soldados mataram 20 terroristas do Frente al Nusra, como se denominava a filial da Al Qaeda até que em julho passado se desvinculou da organização liderada por Ayman al-Zawahiri e mudou seu nome pelo de Frente de Libertação do Levante.

Com estas operações, as tropas governamentais sírias tentam ganhar o terreno perdido nos últimos 15 dias frente aos grupos insurgentes e islâmicos.

Em 21 de março, várias organizações armadas iniciaram uma ofensiva na metade setentrional de Hama, onde progrediram frente aos fiéis ao presidente sírio, Bashar al-Assad.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos