MP da Polônia responsabiliza controladores russos por acidente em Smolensk

Varsóvia, 3 abr (EFE).- O Ministério Público da Polônia anunciou nesta segunda-feira que uma nova análise do acidente aéreo de 2010 em Smolensk, na Rússia, no qual morreu o então presidente polonês Lech Kaczynski, revela que os controladores aéreos russos e uma terceira pessoa na torre de controle contribuíram em boa medida para a tragédia.

Em entrevista coletiva, o chefe do Ministério Público Nacional, Marek Kuczynski, disse que "não há dúvida" de que uma das causas do acidente foi o comportamento das pessoas que se encontravam na torre de controle do aeroporto russo de Smolensk, mas detalhou que, por enquanto, não foram apresentadas acusações formais.

Kuczynski, que fez um pronunciamento aos veículos de imprensa acompanhado de dois dos investigadores responsáveis pela reabertura do caso sobre o acidente aéreo, explicou que a promotoria polonesa pretende interrogar as pessoas que se encontravam na torre de controle no dia em que aconteceu o tragédia.

No dia 10 de abril de 2010, o avião presidencial polonês caiu ao tentar aterrissar em Smolensk, matando Kaczynski e os 95 ocupantes do avião presidencial, entre eles sua esposa e grande parte da cúpula militar, eclesiástica e política da Polônia vinculada ao partido nacionalista-conservador Lei e Justiça.

Dessa cidade, a comitiva se dirigiria por terra a um evento no cemitério de Katyn, onde jazem os corpos de milhares de poloneses massacrados pelos soviéticos, em valas que foram descobertas durante a Segunda Guerra Mundial, mas sobre as quais a URSS negou qualquer responsabilidade.

Após sua vitória nas eleições gerais de outubro de 2015, o Lei e Justiça decidiu reabrir a investigação sobre o acidente ao considerar que os relatórios realizados após a tragédia não estavam corretos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos