Partido de Suu Kyi ganha nove de 19 cadeiras nas eleições parciais birmanesas

Bangcoc, 3 abr (EFE).- A líder de fato de Mianmar (Mianmar), Aung San Suu Kyi, e sua Liga Nacional para a Democracia (NLD), ganharam 9 das 19 cadeiras nas eleições parciais realizadas em 1 de abril, segundo o resultado oficial publicado nesta segunda-feira pela imprensa estatal.

Esse resultado não altera a repartição de poder no Legislativo bicameral do país, que continuará dominado pela NLD até as eleições gerais de 2020.

A presença da NLD na câmara Baixa aumenta em cinco deputados e passa a ter 260 dos 440 cadeiras do fórum, enquanto na câmara Alta ganha três senadores e passa a ter 138 dos 224 assentos.

A nona cadeira obtida pela formação de Suu Kyi saiu dos Parlamentos regionais.

A Liga para a Democracia das Nacionalidades Shan (SNLD), da minoria shan, ganhou dois parlamentares na câmara Baixa e quatro na Assembleia do Estado Shan.

O Partido para a Solidariedade e o Desenvolvimento da União (USDP), a principal formação opositora, herdeira da ditadura militar, ganhou um deputado na câmara Baixa e outro no parlamento Shan.

O Partido Nacional Arakan conseguiu um congressista na câmara Baixa, enquanto o Partido Democrático para Todas as Nacionalidades levou a cadeira nos Parlamentos regionais.

A Constituição birmanesa, aprovada em 2008 durante a época das juntas militares, reserva às Forças Armadas um quarto das cadeiras parlamentares.

A participação foi pouca no pleito parcial do sábado, os primeiros realizados com o governo democrático de Suu Kyi, que passou mais de 15 anos sob prisão domiciliar (1989-1995, 2000-2002 e 2003-2010) por defender pacificamente a democracia sob a ditadura militar, um ativismo que lhe valeu o Prêmio Nobel da Paz em 1991.

Mianmar esteve governada por regimes militares desde 1962 até 2010, quando houve o início de uma transição que permitiu a Suu Kyi e a seu partido ganhar as eleições de 2015 e formar governo no ano seguinte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos