Vázquez rejeita acusações de Maduro a seu chanceler e pede que se retrate

Montevidéu 3 abr (EFE).- O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, rejeitou nesta segunda-feira de maneira "taxativa" as acusações do líder venezuelano, Nicolás Maduro, de que a Chancelaria de seu país está coordenada com o Departamento de Estado dos Estados Unidos sobre as posições contra a nação caribenha.

Através de um comunicado, o presidente do Uruguai rejeitou "taxativa e categoricamente" essa acusação assim como a que a Chancelaria uruguaia trabalha em coordenação com a Embaixada dos Estados Unidos no Uruguai" com essa mesma finalidade.

Além disso, Vázquez pediu a Maduro "que proporcione as provas da infundada denúncia" ou que, caso contrário, "se retrate publicamente porque as expressões afetam gravemente o relacionamento tradicionalmente amistoso entre os dois países".

Maduro disse no domingo que está tentado ligar a Vázquez há uma semana para falar sobre a "atitude" de "ataque" de sua Chancelaria contra a Venezuela.

O presidente venezuelano expressou que não pode entender por que o chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, "agride a Venezuela, coordena com o Departamento de Estado as posições contra a Venezuela, coordena com a embaixadora dos Estados Unidos em Montevidéu a agressão contra a Venezuela, e faz silêncio dos massacres em outros países".

O comunicado de Vázquez surge após uma reunião do Conselho de Ministros na qual Novoa "recebeu a solidariedade" de todos os funcionários, segundo comentou à imprensa o titular de Transporte, Víctor Rossi, ao término dessa reunião.

"Além de comentários e especulações, o chanceler levou adiante uma muito cuidadosa gestão para procurar fortalecer os processos de integração latino-americanos", declarou Rossi a respeito.

O ministro de Transporte indicou que a posição do Uruguai ficaria definida de maneira "precisa" neste comunicado e especificou que "não houve essa conversa telefônica" entre Vázquez e Maduro "até o momento".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos