"Quando não estou de acordo com meu pai, ele sabe", diz Ivanka Trump

Washington, 5 abr (EFE).- Ivanka Trump, filha do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, respondeu aos que a criticam por não opinar em público sobre os desacordos com seu pai e disse que, quando isso ocorre, "ele sabe".

"Quando não estou de acordo com meu pai, ele sabe, e me expresso com total sinceridade", confessou Ivanka, de 35 anos, que explicou em entrevista que a emissora "CBS" transmitirá nesta quarta-feira que prefere canalizar esses desacordos de forma "silenciosa, direta e sincera".

A filha mais velha do presidente, que recentemente estreou em um cargo não remunerado na Casa Branca, foi foco de muitas críticas por não dar suas opiniões sobre temas que afetam mulheres e crianças, como o muro na fronteira e o veto migratório.

Também sobre os cortes orçamentários à Planned Parenthood, a maior organização de planejamento familiar dos EUA, por isso que foi acusada de ser "cúmplice" do presidente.

"Eu diria que não se deve confundir a falta de denúncia pública com o silêncio", afirmou Ivanka, cujo marido, Jared Kuschner, também trabalha como assessor na Casa Branca e é a mão direita do presidente Trump.

Ivanka insinuou, além disso, que muitos dos que a criticam por ser "cúmplice" atuariam da mesma forma ao se encontrar em uma "posição tão única e sem precedentes" na qual seu pai e chefe são a mesma pessoa: o presidente dos Estados Unidos.

"Não sei o que significa ser cúmplice, mas, espero que o tempo demonstre que fiz um bom trabalho e muito mais importante, que o governo de meu pai tenha o sucesso que sei que terá", disse Ivanka, ao insistir que quer ter um "impacto positivo" no Executivo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos