Alemanha oferece solidariedade à Suécia após atentado em Estocolmo

Berlim, 7 abr (EFE).- O ministro de Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, ofereceu nesta sexta-feira a solidariedade de seu governo com a Suécia, após o atentado cometido hoje em Estocolmo, quando um caminhão avançou contra uma multidão em uma rua de pedestres e matou pelo menos duas pessoas.

"Nossos pensamentos estão neste momento com aqueles que perderam a vida, os feridos e seus familiares", disse o ministro, em um comunicado difundido por seu departamento.

"Mais uma vez ficamos abalados com uma notícia dessas, agora em Estocolmo", disse De Maizière, em alusão aos atentados similares ocorridos em Nice (França), em 14 de julho de 2016, com 84 mortos; Berlim, com 12 vítimas mortais em dezembro de 2016, e em Londres em março deste ano, quando cinco pessoas morreram além do agressor.

Pelo menos duas pessoas morreram e várias ficaram feridas nesta sexta-feira depois que um caminhão atropelou as pessoas em uma rua de pedestres no centro de Estocolmo, que as autoridades consideram um atentado terrorista.

Vários meios de comunicação suecos elevam a cifra de mortos para até cinco e falam que se tratava de um caminhão roubado.

Uma pessoa foi detida em relação com o suposto atentado, assegurou o premiê sueco, Stefan Löfven, a uma rádio de seu país. EFE

gc-alm/rpr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos