Bélgica suspende operações aéreas sobre Síria após bombardeios dos EUA

Bruxelas, 8 abr (EFE).- A Bélgica suspendeu "até nova ordem" suas operações aéreas sobre a Síria contra a organização terrorista Estado Islâmico (EI), apenas um dia depois que os Estados Unidos bombardearam a base aérea de Shayrat no país árabe, informou neste sábado a agência "Belga".

"As operações belgas foram suspensas até nova ordem", indicou à agência um porta-voz do Ministério da Defesa belga, que não detalhou a duração dessa medida.

Sobre o céu sírio operam, ao mesmo tempo, aviões do regime do presidente sírio, Bashar al Assad, de sua aliada Rússia e da coalizão internacional dirigida pelos Estados Unidos.

Os Estados Unidos bombardearam durante a noite de sexta-feira, por ordem de seu presidente, Donald Trump, a base aérea de Shayrat como represália ao ataque com armas químicas que matou 80 civis na terça-feira, a primeira agressão direta americana desde o início da guerra civil.

As forças americanas lançaram 59 mísseis de cruzeiro de dois de seus navios militares localizados no Mediterrâneo para dizimar a capacidade das forças aéreas sírias perto da cidade de Homs, de onde a Casa Branca acredita que foi lançado o ataque químico.

Em resposta ao ataque, a Rússia suspendeu nesta sexta-feira a coordenação militar que tinha com os EUA na Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos