Bomba detonada em oleoduto deixa pelo menos 5 mortos no Iêmen

Sana, 8 abr (EFE).- Pelo menos cinco pessoas morreram em um incêndio em um oleoduto de exportação de petróleo perto do porto de Al Hodeida, no oeste do Iêmen, depois que homens armados desconhecidos detonaram um explosivo, informou neste sábado uma fonte médica.

O incêndio provocado na noite da sexta-feira deixou também mais de 35 feridos, que foram transferidos a hospitais da cidade de Al Hodeida, às margens do Mar Vermelho, para que recebam tratamento das queimaduras sofridas, disse a fonte à Agência Efe.

O oleoduto conecta as jazidas petrolíferas de Safir em Marib, situadas ao norte de Sana, e o porto de Ras Issa no Mar Vermelho, explicou uma fonte de segurança.

Grandes quantidades de petróleo se derramaram durante várias horas após a explosão e o grande incêndio que aconteceu, enquanto dezenas de trabalhadores tentavam aspirar o óleo e armazená-lo em barris e tanques de combustível.

Ao longo de dois anos de conflito armado ocorreram vários ataques a instalações petrolíferas no Iêmen.

Em julho do 2015, o grupo rebelde xiita dos houthis bombardeou a principal refinaria de petróleo do Iêmen, situada na cidade de Áden, no sul do país, o que causou um grande incêndio nas cisternas de combustível.

O porto estratégico da cidade de Al Hodeida, no oeste do Iêmen e sob poder dos rebeldes houthis, foi bombardeado em agosto de 2015 por aviões da coalizão militar liderada pela Arábia Saudita, o que afetou o píer e os armazéns e provocou um incêndio no porto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos