Brasil condena atentados contra igrejas coptas no Egito

São Paulo, 9 abr (EFE).- O governo do Brasil manifestou neste domingo sua "profunda consternação" pelos atentados cometidos contra igrejas coptas em Tanta e Alexandria, no norte do Egito, e condenou "todo e qualquer ato de terrorismo".

Em um comunicado do Ministério das Relações Exteriores, o governo brasileiro transmitiu suas condolências aos familiares das vítimas e expressou sua "solidariedade com o povo e o governo do Egito".

"o Brasil reitera sua condenação a todo e qualquer ato de terrorismo, independentemente de sua motivação", diz a nota do Itamaraty.

Pelo menos 38 pessoas morreram e cerca de 100 ficaram feridas em duas explosões em duas igrejas no Egito durante a comemoração do Domingo de Ramos, que marca o início da Semana Santa para os cristãos, entre eles os coptas, uma minoria que representa perto de 10% da população egípcia.

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu hoje através de sua agência de informação "Amaq" a autoria dos dois atentados, cometidos por um "grupo de segurança" pertencente à organização, em um breve comunicado difundido nas redes sociais, mas cuja autenticidade não pôde ser comprovada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos