Forças do governo sírio mandam reforços para o norte da província de Hama

Cairo, 9 abr (EFE).- As forças governamentais da Síria enviaram reforços ao norte da província central de Hama, onde enfrentam facções rebeldes e islâmicas, entre as quais figura a Organização para a Libertação do Levante, o antigo braço da Al Qaeda no país árabe, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Esta ONG detalhou que as autoridades mandaram efetivos, munição e equipamento à metade norte de Hama, onde há enfrentamentos intensos.

O exército e seus aliados estão tentando recuperar o domínio das áreas que foram perdidas para seus oponentes nas últimas semanas.

Nas últimas horas, os efetivos leais ao presidente Bashar al Assad bombardearam de forma intensa o povoado de Suran, em Hama, em uma tentativa de retomar seu controle.

No dia 21 de março, várias organizações armadas iniciaram uma ofensiva no norte de Hama, onde progrediram frente às tropas governamentais.

No entanto, na última semana, o exército e seus aliados recuperaram o terreno perdido frente às facções.

Além disso, na província vizinha de Idlib, aumentou para 20 o número de mortos em um bombardeio de ontem que se acredita que foi feito por aviões da Rússia, aliada do governo de Assad, contra a localidade de Urum al Joz, no sul da província, de acordo com a última recontagem publicada pelo OSDH.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos