Homem que roubou várias armas e enviou manifesto a Trump é procurado nos EUA

Washington, 10 abr (EFE).- As autoridades dos EUA buscam pelo quinto dia consecutivo um homem "altamente perigoso" que roubou mais de 12 armas de fogo em uma loja de Janesville (Wisconsin) e enviou um manifesto ao presidente Donald Trump.

Mais de 160 policiais locais, estatais e federais fazem parte da operação, segundo os meios locais, que recolhem informação do escritório do xerife do condado de Rock, onde está a cidade.

O suspeito, identificado como Joseph Jakubowski, de 32 anos e residente em Janesville, invadiu um estabelecimento de venda de armas na quinta-feira e levou vários fuzis de assalto.

Previamente, o homem tinha publicado no Facebook um vídeo que promete uma "revolução" e aparece levando à caixa de correio um envelope sobre o qual continha "um manifesto antireligioso e antigovernamental" de 161 páginas destinado ao presidente Trump, na Casa Branca, em Washington.

Durante o fim de semana, as igrejas e escolas da zona receberam proteção policial perante o temor de que Jakubowski poderia estar planejando um ataque.

"Basicamente, está irritado com todos os funcionários governamentais. Seja o presidente, funcionários locais ou policiais", apontou Robert Spoden, o xerife do condado de Rock, em uma coletiva de imprensa.

Spoden acrescentou que a polícia trabalha "sob a hipótese de que o homem esteja na zona e assumimos que pode querer sair daqui e ir para outro lugar".

Já o FBI ofereceu uma recompensa de US$ 10 mil por informações que possam levar à detenção de Jakubowski.

Janesville é uma localidade de 63 mil habitantes, situada no sul do estado de Wisconsin.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos