"Lavanderia do papa Francisco" começa a funcionar em Roma

Em Roma

  • Alessandra Tarantino/AP

    Giuseppe, 53, coloca roupas para lavar na "lavanderia do papa", em Roma

    Giuseppe, 53, coloca roupas para lavar na "lavanderia do papa", em Roma

A "Lavanderia do papa Francisco", um serviço gratuito do Vaticano, começou a funcionar ontem, e a expectativa é de que em um mês o estabelecimento possa fazer mais de 300 lavagens para pessoas pobres, especialmente moradores de rua.

A instalação, dentro do Centro Gente de Paz, da Comunidade de Santo Egídio, tem seis lavadoras, seis secadoras e vários ferros de passar. O local fica aberto de manhã e à tarde, quatro dias por semana, e tem quatro voluntários que ajudarão na utilização das máquinas.

Para utilizar a "Lavanderia do papa Francisco" basta solicitar um cupom de reserva que a Comunidade de Santo Egídio distribui uma vez por semana e aguardar a vez em uma lista de espera, que, por enquanto, é curta.

"Poder ter roupas limpas é uma maneira de readquirir dignidade dentro da sociedade", afirmou Giuseppe, um dos usuários de hoje e que defende esse serviço para outros pontos da cidade.

Em breve, a lavanderia vai ganhar também um local para cortar cabelo e tomar banho, iniciativas que se unem às desenvolvidas na Praça de São Pedro, que já tem chuveiros e uma barbearia para os mais necessitados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos