Trump afirma que Otan "já não é obsoleta"

Washington, 12 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira que a Otan "já não é obsoleta", como tinha criticado durante a campanha eleitoral de 2016, depois que o organismo internacional reconheceu a necessidade de lutar contra o terrorismo.

"Eu me queixei sobre isso faz tempo. Disse que era obsoleta. Já não é obsoleta", disse Trump em uma coletiva de imprensa conjunta na Casa Branca com o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg.

O governante americano acrescentou que o encontro tinha sido "produtivo" e que a Otan tinha decidido "fazer mais na luta contra o terrorismo ".

Com estas palavras, Trump dá um giro de 180 graus em suas críticas à Aliança Atlântica, que tinha atacado frontalmente durante a campanha eleitoral por não estar à altura das circunstâncias.

Uma vez mais, insistiu na necessidade de que os membros da Otan aumentem a despesa em Defesa até o objetivo estipulado de 2% do Produto Interno Bruto (PIB).

Da sua parte, Stoltenberg reafirmou que esta é uma de suas "prioridades" e que espera que todos os países-membros cumpram com o prometido.

"A mensagem clara e direta do presidente Trump ajudou, e vemos como os países estão começando a trabalhar na direção adequada", acrescentou o secretário-geral da Otan.

A cúpula de líderes da Otan programada para o final do próximo mês de maio em Bruxelas será a primeira viagem internacional de Trump e sua apresentação oficial fora dos EUA, após chegar ao poder no último mês de janeiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos