Conselho Eleitoral do Equador revisará 1,2 milhão de votos das eleições

Quito, 13 abr (EFE).- O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) do Equador decidiu nesta quinta-feira realizar uma nova recontagem de 1.275.450 de votos das eleições de 2 de abril, tal como solicitaram os partidos políticos de oposição Creando Oportunidades (CREO, centro-direita) e oficialista Alianza Pais (AP, esquerda).

A decisão, que implica a revisão de 3.865 atas de votação, responde, segundo a CNE, às petições de ambas as legendas após a apuração das eleições, que dá a vitória nas urnas ao candidato da AP, Lenín Moreno, com 51,15% dos votos, enquanto que o opositor, Guillermo Lasso, obteve 48,85%.

Em uma resolução adotada esta noite o CNE informou que o novo cálculo dos votos acontecerá em 18 de abril no Coliseo Rumiñahui, em Quito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos