Grupos da Eurocâmara expressam preocupação com resultado de referendo turco

Bruxelas, 16 abr (EFE).- Os grupos maioritários no Parlamento Europeu expressaram neste domingo sua preocupação com o resultado do referendo constitucional na Turquia e algumas legendas pediram inclusive que a União Europeia (UE) suspenda as negociações com Ancara.

"Não importa o resultado: com este referendo, o presidente (turco, Recep Tayyip) Erdogan está dividindo o país", escreveu no Twitter o líder do grupo do Partido Popular Europeu na Eurocâmara, Manfred Weber.

"Estamos profundamente preocupados com o resultado do referendo", acrescentou.

Por sua parte, o porta-voz do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) na Eurocâmara, Ramón Jáuregui, disse na mesma rede social que espera que "uma vitória tão ajustada do 'sim' não destrua a democracia turca".

Nesse sentido, a vice-presidente dos social-democratas no Parlamento Europeu, Elena Valenciano, declarou que "a alta percentagem do 'não', apesar da campanha desigual, demonstra enorme divisão".

Mais além foi o presidente dos liberais na Eurocâmara, Guy Verhofstadt, para quem o resultado da consulta foi "muito apertado", e que chegou a apontar que a UE "deveria paralisar" as negociações de acesso da Turquia ao bloco comunitário "se Erdogan persistir".

O apoio ao sistema presidencialista impulsionado por Erdogan venceu no referendo realizado hoje na Turquia com 51,3% dos votos, com 99% das urnas apuradas, na contagem preliminar divulgada pela agência "Anadolu", uma instituição semipública.

No entanto, a oposição denunciou "manipulação" eleitoral e já antecipou exigirá a recontagem dos votos.

O triunfo da reforma, que seria aplicada a partir de 2019, abriria o caminho para que Erdogan possa governar até 2029, ou, inclusive, até 2034.

A Otam, por sua vez, evitou analisar os resultados dessa consulta popular, por tratar-se de uma questão de política interna turca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos