Polêmico governador de Jacarta lidera pesquisas à reeleição

Bangcoc, 16 abr (EFE).- O polêmico governador de Jacarta, o cristão Basuki Tjahaja Prunam, encabeça as pesquisas para a reeleição em segundo turno nas eleições que acontecem na próxima quarta-feira, apesar das acusações de blasfemo pelo radicalismo muçulmano.

A sondagem de intenção de voto da firma Charta Politika divulgado este fim de semana o situa à frente das preferências, com 47,3%, mais conhecido pelos indonésios como Ahok.

Em segundo lugar, com 44,8%, aparece o acadêmico Anies Rasyid Baswedan, ex-ministro de Cultura do país, enquanto que os demais 7,9% corresponde a indecisos.

Estas eleições para governador e vice-governador de Jacarta foram marcadas pelos protestos do radicalismo muçulmano contra Ahok, um cristão da etnia chinesa a quem acusam de ter ofendido o islã em declarações que fez em setembro do ano passado.

O governador denunciou que o vídeo com os controversos comentários tinha sido manipulado, mas ainda assim pediu desculpas se tinha ofendido os muçulmanos.

O presidente do país, o popular Joko Widodo, foi um dos defensores públicos de Ahok, mas seus apelos não conseguiram acalmar os fundamentalistas.

No dia seguinte do dia de votação, será retomado o processo por suposta blasfêmia contra Ahok.

A Indonésia tem a comunidade islâmica mais numerosa do mundo, da qual faz parte cerca de 87% de seus 260 milhões de habitantes.

Embora a maioria dos indonésios muçulmanos sejam partidários da tolerância religiosa, o fundamentalismo ganhou força desde o final do século passado com grupos como a Frente de Defensores do Islã, um dos mais ativos nos últimos meses para atacar a candidatura de Ahok. EFE

zm/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos