ONU pede que Coreia do Norte reduza tensão após último lançamento de míssil

Nações Unidas, 17 abr (EFE).- O secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu nesta segunda-feira às autoridades da Coreia do Norte que deem "todos os passos necessários" para reduzir a tensão após seu último teste com mísseis, que considerou "preocupante".

"Estamos obviamente muito preocupados com as crescentes tensões que vimos na península da Coreia. Convocamos todos a redobrar os esforços diplomáticos", disse o porta-voz de Guterres, Stéphane Dujarric, em resposta a perguntas dos jornalistas.

Dujarric se referiu especificamente ao governo da Coreia do Norte, ao qual pediu para "dar todos os passos necessários para amenizar a situação e voltar ao diálogo sobre desnuclearização".

"Todas as resoluções do Conselho de Segurança devem ser implementadas por completo", lembrou o porta-voz.

O Conselho aprovou durante os últimos anos textos que, entre outras coisas, proíbem a Coreia do Norte de testar mísseis balísticos e outras atividades relacionadas com o desenvolvimento de armas nucleares.

A Coreia do Norte fez este fim de semana um novo teste, com o lançamento de um míssil que aparentemente explodiu pouco depois de ser disparado.

O porta-voz da ONU qualificou como "preocupante" esse teste, que acontece em pleno aumento da tensão entre os norte-coreanos e os Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos