Presos trabalharão para consertar moradias de bairros populares na Venezuela

Caracas, 17 abr (EFE).- Os presos venezuelanos que estiverem perto de completar a condenação farão parte da mão de obra do programa social Grande Missão Moradia Venezuela do Governo nacional para recuperar casas danificadas em zonas populares, informou nesta segunda-feira a ministra penitenciária do país, Iris Varela.

"Recuperamos com a mesma mão de obra prisional as moradias das pessoas e as casas que eles mesmo irão ocuparar quando deixarem o centro penitenciário", explicou à Rádio Miraflores a ministra venezuelana ao se referir ao novo plano que dirige.

A incorporação de presos a este programa servirá "para a formação dos novos homens e mulheres", indicou.

O Ministério de Serviço Penitenciário venezuelano impulsionou um plano para reorientar o sistema carcerário venezuelano que esteve por anos sob o controle dos próprios presos, e que fizeram dos cárceres centros de violência, extorsão, drogas e armas.

Varela assegurou em várias ocasiões que um "novo regime" foi implantado em mais de 90% das prisões do país e que busca formar "novos homens e a mulheres", o que significa transformar os presos em pessoas úteis para a sociedade.

"Aqueles que em algum momento saíram de suas comunidades e eram vistos como problemáticos e pouco desejados, hoje vão ser um fator de conforto porque trabalharão", indicou a funcionária em relação ao objetivo desta incorporação ao programa social de moradias.

A pacificação da centena de prisões venezuelanas acabou, entre outras medidas, na implementação de uma disciplina militar, um rigoroso regime de visitas, e em um restrito horário de atividades, que foi criticado pelas organizações que defendem os direitos dos privados de liberdade.

Subtraem quase uma dezena de centros que ainda não foi intervindos pelas autoridades, os maiores e perigosos do país, mas que esperam ser pacificado pelo Governo chavista antes de 2020.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos