Chavistas e opositores se cruzam nas ruas de Caracas em meio a tensão

Caracas, 19 abr (EFE).- Chavistas e opositores se cruzaram nesta quarta-feira nas ruas de Caracas em manifestações contra e a favor do governo de Nicolás Maduro em meio à tensão política e uma onda de protestos da oposição que deixaram pelo menos cinco mortos e centenas de feridos e detidos.

Os opositores, mobilizados pela Mesa da Unidade Democrática (MUD), marcham desde 26 pontos de Caracas com destino à Defensoria Pública, no centro da capital, para pedir a "restituição" do fio constitucional que, consideram, foi rompido com a sentença do Tribunal Supremo contra o Parlamento, além de insistir na convocação de eleições para mudar o governo.

Os opositores tentaram em outras cinco manifestações anteriores chegar à sede da Defensoria e foram dispersados pelas forças de segurança.

Os milhares de opositores começaram a se concentrar nos 20 pontos de encontro para os protestos nas zonas leste, oeste e no centro da cidade, apesar dos controles das autoridades e das restrições nos meios de transporte público.

Alguns acessos a Caracas amanheceram nesta quarta-feira bloqueados e o metrô da capital fechou 20 de suas estações no centro da cidade.

Dos 26 pontos de partida da marcha, 19 estão situados no distrito de Libertador, sede dos poderes públicos e governado pelo chavista Jorge Rodríguez, que proibiu atos opositores nessa área da cidade.

Vários dos locais aos quais foram convocados os opositores são próximos dos pontos de manifestações chavistas, que expressam seu apoio à "revolução bolivariana" e sua "lealdade" ao ex-presidente presidente Hugo Chávez.

Com a onda de protestos, Maduro anunciou a ativação do Plano Zamora, uma operação estratégica "especial" cívico-militar para manter a ordem interna perante as supostas ameaças de golpe de Estado que, afirmou, foi convocado por Washington.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos