Forças de segurança russas matam dois suspeitos de preparar atentados

Moscou, 19 abr (EFE).- As forças de segurança russas mataram, em um tiroteio, dois homens suspeitos de preparar atentados no país, informaram nesta quarta-feira fontes do FSB (antigo KGB), citadas pela agência Interfax.

O fato ocorreu na região de Vladimir, no oeste da Rússia, e os dois homens mortos eram oriundos de "um dos países da Ásia Central", segundo a fonte.

"O pessoal do FSB, como resultado de um enfrentamento armado ao tentar detê-los, e dado que ofereceram resistência, mataram dois cidadãos de um dos países da Ásia Central, nascidos em 1991 e 1987, e que estavam na região de Vladimir", informou.

Segundo o FSB, os dois suspeitos estavam relacionados com recrutadores das redes de terroristas internacionais, e se preparavam para cometer "atentados terroristas no território da Federação Russa".

Em poder dos dois militantes foram encontrados componentes para fabricar uma bomba, um rifle de assalto Kalashnikov e munição.

As autoridades russas detiveram nas últimas duas semanas vários cidadãos procedentes de países da Ásia Central, em sua maioria em São Petersburgo, como suspeitos de colaborar com o Estado Islâmico (EI) e outras organizações terroristas.

Há dois dias foi detido um dos supostos organizadores do atentado suicida de 3 de abril contra o metrô de São Petersburgo, no qual morreram 14 pessoas.

A Rússia não sofria um atentado dessa magnitude em seu território desde dezembro de 2013, quando dois suicidas mataram 34 pessoas em uma estação de trem e um trólebus em Volgogrado, antiga Stalingrado. EFE

vh/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos