Afeganistão decreta dia de luto nacional em homenagem a soldados mortos

Kabul, 23 abr (EFE).- O Governo do Afeganistão decretou neste domingo dia de luto nacional pela morte na sexta-feira de 138 soldados em um ataque talibã a uma base militar no norte de Afeganistão, em um dos piores golpes contra o Exército do país asiático.

"Dia de luto nacional: homenagem aos honoráveis e valentes soldados muçulmanos do Exército mortos durante a oração de sexta-feira", anunciou o escritório do presidente afegão, Ashraf Gani, em mensagem em sua conta oficial do Twitter.

Gani destacou, segundo um comunicado, que "cada soldado é um herói ao ter a opção de servir o país por um melhor futuro", lembrando que ontem visitou na província de Balkh, onde aconteceu o ataque, alguns dos 67 soldados feridos.

Em uma reunião de emergência no sábado, o presidente afegão contatou por videoconferência os governadores das 34 províncias do país, além de alguns chefes de Polícia e outras autoridades, sobre a situação de segurança.

O ataque de dez insurgentes vestidos com uniformes do Exército (dois deles se sacrificaram e os demais morreram em combate) aconteceu por volta do meio-dia, quando os soldados deixavam a mesquita dentro da base militar após as orações de sexta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos