Centenas de milhares de franceses já votaram em Canadá e EUA

Washington, 23 abr (EFE).- Centenas de milhares de franceses já compareceram no sábado às urnas nos Estados Unidos e no Canadá, onde foi registrado um aumento dos votantes inscritos e onde alguns franceses, especialmente em Montreal, tiveram que esperar de duas a três horas para depositar seu voto.

Devido à diferença de horário, os franceses de EUA e Canadá votaram um dia antes de seus compatriotas na França, que hoje vão às urnas para definir os resultados do primeiro turno das eleições presidenciais.

O social liberal Emmanuel Macron, a ultradireitista Marine Le Pen, o conservador François Fillon e o candidato de extrema esquerdista Jean-Luc Mélenchon aparecem nas pesquisas com chances de passar para o segundo turno, no próximo dia 7 de maio.

No Canadá, e particularmente em Montreal, os franceses tiveram que ter paciência para votar devido ao inesperado número de pessoas que compareceu a alguns centros de votação, onde tiveram que esperar de duas a três horas na fila para depositar seu voto nas urnas.

Um grande número de usuários do Twitter publicou imagens das longas filas em Montreal, onde há 57.762 votantes inscritos, quase 14 mil a mais que os registrados para o primeiro turno das eleições presidenciais de 2012, segundo dados do consultado da França em Montreal.

O aumento de inscrições para estas eleições também pode ser visto em todo Canadá, onde o número de votantes passou de 65 mil em 2012 para 82 mil este ano.

Enquanto isso, nos EUA há 119.773 franceses com direito a voto, dos quais 11.242 estão inscritos em Washington, um número que representa um aumento de 30% em relação ao primeiro turno de 2012, segundo os dados da embaixada francesa.

Segundo a embaixada, as medidas de segurança foram reforçadas nos 69 centros de votação habilitados nos EUA e que incluem os dez consulados, situados em Atlanta, Boston, Chicago, Houston, Los Angeles, Miami, Nova Orleans, Nova York, San Francisco e Washington, onde o consulado está vinculado à embaixada.

Os franceses residentes no exterior também podem votar pelo correio, mas muitos preferiram comparecer pessoalmente às urnas.

A embaixada de Washington se transformou no sábado em um autêntico centro de votação, com filas de eleitores, envelopes e cabines com o azul, o branco e o vermelho da bandeira francesa, segundo mostrou a embaixada em um vídeo no Twitter.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos