Rajoy apresenta projeto de cabo submarino entre Brasil e Espanha

São Paulo, 24 abr (EFE).- O chefe de governo da Espanha, Mariano Rajoy, presidiu nesta segunda-feira em São Paulo o ato de apresentação do cabo submarino de telecomunicações que, a partir de 2019, unirá Brasil e Espanha à velocidade da luz e que considerou um símbolo dos vínculos que unem Europa e América.

Este foi o primeiro ato de Rajoy em São Paulo, segunda parada de sua viagem ao Brasil após reunir-se hoje em Brasília com o presidente Michel Temer.

O cabo apresentado hoje terá uma longitude de 10.000 quilômetros e unirá diretamente São Paulo e Madri (conectando-se no caminho com Madeira, Canárias e Cabo Verde) por meio de quatro pares de fibra ótica com uma capacidade total de 72 terabytes por segundo.

A Alcatel Submarine Networks foi a empresa que conseguiu a licitação do projeto da Ellalink, que é o nome escolhido para denominar a filial conjunta criada em junho de 2015 por Telebras e Eulalink para a construção do sistema submarino.

Rajoy, que esteve acompanhado do ministro de Relações Exteriores, Aloysio Nunes, e do ministro de Ciência e Tecnologia, Glberto Kassab, explicou que o projeto reduzirá o tempo de transmissão de dados entre os dois continentes em 40%.

"Ganharemos em qualidade, ganharemos em confiabilidade e também em confidencialidade nas conexões entre a Ibero-América e a Europa", acrescentou o presidente do governo espanhol.

Por sua vez, Kassab destacou que este projeto vai unir mais Espanha e Brasil após uma longa história de intercâmbios.

No entanto, ressaltou que não se trata somente de uma iniciativa que beneficiará estes dois países, mas toda a Europa e a América do Sul.

Alfonso Gajate, presidente de Eulalink, também frisou a transcendência deste projeto para as relações entre Brasil e Europa e explicou que o cabo estará disponível para que qualquer operador ou grupo de usuários possa conectar-se.

Gajate acrescentou que o cabo representará ainda uma rota direta de grande transcendência para a internet, para o mundo financeiro e para a ciência.

Por fim, Antonio Loss, presidente da Telebras, declarou que este projeto beneficiará especialmente à comunidade científica internacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos