Seul anuncia desenvolvimento de radar para detectar artilharia norte-coreana

Em Seul

  • Wong Maye-E/AP Photo

    Passos dos norte-coreanos agora são rastreados por radar que detecta a artilharia inimiga a 60 quilômetros de distância

    Passos dos norte-coreanos agora são rastreados por radar que detecta a artilharia inimiga a 60 quilômetros de distância

A Coreia do Sul anunciou nesta segunda-feira (24) o desenvolvimento com sucesso de um novo sistema de radar para detectar a artilharia norte-coreana posicionada na fronteira, considerada um dos maiores perigos para sua população civil em caso de conflito com o país vizinho.

O sistema, chamado radar de detecção antiartilharia II, estará funcionando a partir de 2018, segundo anunciou nesta segunda em comunicado o programa de aquisição de defesa sul-coreano (Dapa), que assegura que conta com uma "categoria de detecção melhorada".

O exército da Coreia do Sul conta atualmente com o sistema Arthur-K, desenvolvido pela sueca Saab, para detectar as posições da artilharia da Coreia do Norte, com quem permanece tecnicamente em guerra há quase 70 anos.

Ao Arthur-K se somará este sistema fabricado inteiramente pela Coreia do Sul desde 2011 com um custo de cerca de 54 bilhões de wons (quase US$ 47 milhões).

Este dispositivo pode detectar a posição da artilharia inimiga a 60 quilômetros de distância, frente aos 40 quilômetros do sistema sueco.

O novo radar, equipado sobre um caminhão, é planejado para identificar o ponto de lançamento de ataques com morteiro, mísseis e foguetes, e enviar a informação às unidades de artilharia para que contra-ataquem "de maneira quase que imediata", segundo o texto da Dapa.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos