PAPA EGITO

Por ocasião da visita do papa Francisco ao Egito, que será realizada nos próximos dias 28 e 29, a Agência Efe envia hoje uma série especial de matérias com os seguintes conteúdos:.



DIÁLOGO - Segundo papa a viajar ao Egito, Francisco defende que não existe "guerra de religiões" e chegará ao Cairo depois de atentados contra os coptas com uma agenda que enfatiza também a aproximação entre os cristãos.



RELAÇÕES - A visita do papa Francisco ao Egito representa um reforço nas relações entre a principal instituição do islã sunita, Al-Azhar, e o Vaticano, deterioradas durante o papado de Bento XVI, e um apoio à imagem do Egito, denegrida pela insegurança e as violações dos direitos humanos.



AGENDA - Francisco é o segundo pontífice a ir ao Egito, chegará ao país 17 anos depois da última ocasião em que isso aconteceu, com João Paulo II, e deve fazer cinco discursos em uma estadia de apenas 27 horas.



COPTAS - Os cristãos coptas, que sofreram dois sangrentos atentados às vésperas da visita do papa Francisco, formam uma minoria de milhões de fiéis no Egito, onde ainda lutam para adquirir todos seus direitos e para resistir ao discurso de ódio que tem se estendido nos últimos anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos