Polícia colombiana prende guerrilheiro acusado de sequestro de avião em 1999

Bogotá, 1 mai (EFE).- As autoridades da Colômbia detiveram Severo Saavedra Benavides, integrante da guerrilha Exército de Libertação Nacional (ELN) acusado de participar do sequestro do avião Fokker 50 da Avianca em 12 de abril de 1999, informou nesta segunda-feira a procuradoria do país.

Segundo os relatórios da Polícia Judicial, Saavedra Benavides era o líder da frente "Darío Jesús Ramírez Castro" do ELN, que opera no sul do departamento de Bolívar.

O voo 9463 de Avianca fazia a rota aérea entre Bucaramanga e Bogotá com 35 passageiros e cinco tripulantes, além dos seis sequestradores que tomaram controle da aeronave quando encontrava-se no ar.

Os sequestradores aterrissaram em uma área rural do sul de Bolívar e outro grupo de guerrilheiros levou os passageiros e tripulantes.

De maneira gradual, e após o pagamento de resgates, foram liberando os sequestrados, com exceção de um deles que morreu no cativeiro.

Saavedra Benavides também estaria vinculado ao sequestro dos engenheiros da empresa de engenharia civil Gummings, bem como ao de outros três trabalhadores e um empreiteiro da empresa Dinacol, segundo o comunicado da procuradoria.

Além disso, é investigado por sua participação em diferentes ataques contra as forças militares e de polícia no sul de Bolívar. EFE

gdl/rsd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos